terça-feira, 22 de abril de 2014

TIRAI A PEDRA

                                                
    Na cidade de Betânia , que em grego significa: Casa de tâmaras;  numa vila que ficava cerca de 15 estádios (cada estádio aproximadamente valia 177,6 metros) de Jerusalém, jazia enfermo um amigo de Jesus. Marta e Maria, irmãs do enfermo mandaram chamar o Mestre, mas não foram atendidas como esperavam, pois a presença do Mestre era indispensável para que o milagre acontecesse.
    Quando o Mestre  chegou Lázaro já estava enterrado. Jazia no túmulo há quatro dias. Causa perdida. Impossível aos olhos humanos. O Senhor que tudo sonda (Sl 17.3;139.1; Pv.21.2;Ap.2.23) disse: 'Eu sou a vida e a ressurreição.Tirai a pedra'. Certamente muitos que ali estavam já haviam presenciado os milagres que Jesus  operara. Ele dera vista a cegos, pôs de pé paralíticos, multiplicou pães e peixes etc.Porém, agora a causa era maior: o defunto estava em estado de putrefação, ou seja,  havia perdido suas defesas e começou a ser atacado por todos os lados: bactérias, animais e até substâncias produzidas pelo próprio corpo dando início ao processo, onde o cadáver vai ficando escuro e inchado, a pele e os órgãos se desfazendo e o cérebro virando líquido, ou seja,a pele  perde água e resseca, tornando-se amarelada e enrugada. Com o ataque das bactérias, ela fica verde e se dilata. Depois aparecem as bolhas que se rompem, a pele começa a soltar líquidos e, por fim, se desmancha. Era esse o estado de Lázaro.
    Mas Jesus não chega atrasado nem adiantado. Ele só chega na hora certa, e para Ele não importa o estado ou a dimensão do problema; Ele quer ver  a nossa fé.'Tirai a pedra', foi o que Ele disse. Pedra da indiferença, pedra da desconfiança, pedra da acomodação, pedra da incredulidade, pedra da miséria emocional...
    Naquele momento, o Mestre pediu que O levassem até o túmulo. Ao contemplar o sofrimento dos que ali estavam, ELE CHOROU. Significa que Ele sofre quando nós estamos sofrendo, Ele sabe o tamanho da nossa dor porque Ele se coloca em nosso lugar...Ele sabe o que você está passando agora nesse exato momento...Ele se incomoda, sim! A Bíblia diz que o povo ficou surpreso quando viu Jesus verter lágrimas. Isso prova de que não conheciam o Mestre. Nós também não O conhecemos como deveríamos. Ele todos os dias tem demonstrado Seu amor para a humanidade, que O ignora. Mas Deus  prova o Seu amor para conosco em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores ( Rm 5.8).
    Tirai a pedra. Era para homens fazer. Àquilo que é pra você fazer, Ele não faz. Ele só pede o que está ao nosso alcance...É isso mesmo. Não nos prova além das forças. Ele sabe quanto podemos suportar.'Vinde a mim todos vós que estais cansados e sobrecarregados  e vos aliviarei. Tomai o meu jugo...que é suave e o meu fardo é leve (Mt 11.30).Foram apresentar dificuldades: ' Senhor, cheira mal'. Ele não questionou a esse respeito, apenas pediu que  a pedra fosse tirada.

  1. Pedra da indiferença: ' Se Ele quiser, pra mim tanto faz! Já é causa perdida...'
  2. Pedra de desconfiança: ' Eu sabia que Ele não ia me atender...Não sou perfeita(o) mesmo. Além disso, Ele não me ama...Não sei pra que vim a esse mundo...'
  3. Pedra da acomodação: ' Pra quê pedir? Se Ele quisesse fazer já teria feito...Por isso, não oro mais.'
  4. Pedra da incredulidade: ' Depois que chegou a esse ponto não há mais volta.Não há mais jeito. Não acredito que Ele vá perder tempo comigo...Desisti, e pronto. O assunto está morto e não falo mais nisso!
  5. Pedra da miséria emocional: 'Desde pequeno(a) tento manter um relacionamento com as pessoas. Todas as vezes as coisas dão erradas. E com Deus não é diferente. Bem que eu tento, mas Ele nem me escuta. Também, se eu fosse Ele, nem perderia tempo com um traste como eu. Nada dá certo. Vou vivendo vegetando. Esse é meu destino.

    Existem ainda outras pedras, mas em nome de Jesus creia e veja a glória de Deus. Saiba  que quando o fardo é muito pesado, a Bíblia diz que o Senhor, dia a dia, leva por nós ( Sl 68.19). Depois da pedra removida, chega a hora do agir de Deus. Jesus ergue sua voz ao Pai e com forte voz ordena: 'Lázaro, vem para fora!' Naquele instante o morto reviveu, e os que ali estavam puderam contemplar mais um milagre, e começaram a dar glória a Deus.
    Jesus mudou? Ele deixou de fazer milagres? Ele é o mesmo. Ele ainda permanece agindo, e quem poderá impedir o Seu trabalhar? Para Deus nada é impossível ( Lc 1.37). Mas, uma coisa é necessária e indispensável, tiremos as pedras.

Irmã Merci                                                                                                                                                   12/04/14

Congregação IEAD - no Sítio Serrote, Santa Cruz - PE.

Como é bom adorar a Deus. Para alguns ser obreiro nestes lugares de tão difícil acesso é ser aventureiro, mas, para um crente salvo e sen...